TELEVIZINHO

PT/ Televizinho é uma série de re-encenações de telenovelas brasileiras (Série de horário nobre comercial diária da América Latina com histórias que duram em média 6 meses) com não atores da comunidade ribeirinha Santa Isabel – Amazonia/BR. Durante quatro meses a artista Veridiana Zurita morou com diversas famílias ao longo do rio Tupana e junto com elas assistiu tais telenovelas e re-encenou algumas cenas escolhidas ao longo do processo. Através da apropriação e re-encenação do material televisionado, Televizinho problematiza a produção e disseminação de personagens como modelos de subjetividade – suas narrativas e estilo de vida. Produzidas pela Rede Globo – a maior rede brasileira e uma das poucas empresas do Sul a exportar para o mundo todo – tais telenovelas constituem um tipo de repertório que atravessa classes, geracões, gêneros e raças. O processo de reencenação revela o aspecto etnográfico do trabalho em que a casa dessas famílias se torna a própria cenografia para encenar narrativas entre ficção e realidade. Televizinho destaca o potencial da reencenação como uma ferramenta que pode apropriar o material da indústria cultural e interromper linhas de hegemonia cultural.

ENG/ Televizinho is a series of re-enactments of Brazilian telenovelas (Latin American everyday commercial primetime series with stories that last for average six months) with no-actors of the riverside community Santa Isabel – Amazon/BR. During four months the artist Veridiana Zurita lived with different families along the Tupana river and together with them watched these sort of soap-operas and re-enacted selected scenes chosen throughout the process. Through the appropriation and re-enactment of televised material Televizinho problematizes the production and dissemination of characters as models of subjectivity – their narratives and life-style. Produced by Rede Globo – the largest Brazilian network and one of the few Southern companies to export worldwide – these telenovelas constitute a sort of repertoire which crosses classes, generations, gender and race. The process of re-enactment reveals the ethnographic aspect of the work where the house of these families become the very scenography for staging narratives between fiction and reality. Televizinho highlights the potential of re-enactment as a tool which can appropriate culture industry material and interrupt lines of cultural hegemony.